Minha lista de blogs

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Taj Mahal



Uma tímida
Casinha
Num desterro
Implantada
Uma casa
Sem requinte
Uma casa
Desolada

Tinha tudo
Pra ser triste
Tinha tudo
Pra ser nada
Mas povoada
De flores
Tornou-se
Taj Mahal

Deve haver
Um marajá
Meditando
No quintal

(A província
Agora é Agra )

2 comentários:

Helô disse...

Ahhhh...tem um marajá habitando a triste casinha sim...e eu o conheço bem..rsrs!!! Te amooo!!! Linda poesia!! Sou apaixonada pelo sou blog!!! Beijoooooooooooooo!

Zélia Guardiano disse...

Háháháhá.......
Mas é claro que você conhece o marajá! E conhece muito bem! rsrsrsrs...
Que bom que gostou! Estou muito empenhada em fazer o melhor...
Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!