Minha lista de blogs

terça-feira, 8 de novembro de 2011

VARIANTE


Busco
Variante
Na estrada
Que sigo:
A mesmice
Me atinge
Como tiro
Certeiro
Bem
À esquerda
Do peito

Quero
Um trilho
Alternativo
De preferência
Que vá
Dar
Em nada

( Já disse
Clarice:
Perder-se
Também
É caminho )

41 comentários:

Nadine Granad disse...

Que casamento!...
Clarice e Zélia...

Lindo, lindo... O NONADA... =)


Beijos!

Ives disse...

Olá, e perder-se é um caminho, lindo Srta, abraços

Leonardo B. disse...

[Tão gratos os caminhos onde se perde o passo,

esteja a bússola que rege a parte esquerda do peito, bem orientada!]

um imenso abraço, Amiga Zélia

Leonardo B.

Zélia Guardiano disse...

Oh, Nadine, minha querida, que bom ter você aqui! Sentia saudade!
Gratíssima pela visita e pelas amáveis palavras...
Beijos

Zélia Guardiano disse...

Ives, meu querido, meu especial amigo!
Muito grata!!!
Abraço bem apertado para você...

Zélia Guardiano disse...

Ives, meu querido, meu especial amigo!
Muito grata!!!
Abraço bem apertado para você...

Zélia Guardiano disse...

Verdade absoluta o que me dizes, Leonardo querido... Tudo certo, desde que a bússola não desoriente...
Abraço bem forte, meu especial amigo, grande poeta!!!

Gilson disse...

Perfeito para mim, é tudo que queria escutar nessa semana. Leia meu post...rs.rs...

Jorge Pimenta disse...

confesso-te uma coisa, querida amiga. raramente sigo por uma estrada de linha reta; é nelas que quase sempre me perco.
um beijinho agradecendo o carinho lá no viagens a propósito do meu [re]encontro com o nosso roberto.

Rogério Pereira disse...

Nem imagine
minha amiga
quanto isto
vem a propósito
e tem a ver connosco

Precisamos de nos perder
pois seguindo este caminho
é mau de mais o que nos vai acontecer

Um beijo europeu

Luciana Marinho disse...

tão boa surpresa lembrar-me de clarice pelos infinitos das entrelinhas de zélia!

bela poesia de buscas.

beijinho, zélia!

Adriana Karnal disse...

Zélia,
ah, Clarice sempre errando os caminhos certeiros. q coisa linda

Sonhadora disse...

Minha querida

Por vezes temos que nos perder para nos voltarmos a encontrar.
Como sempre belo.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Zélia! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações.

Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

Furtado.

Dilmar Gomes disse...

Querida Zélia, música e imagem, lindas. Viste amiga, o que eu escrevi? Vou deixar assim. É que a tua poesia soa-me tão musical que ao iniciar o comentário saiu o que se vê: música e imagem...
Um abração. Tenhas uma boa noite.

Tania regina Contreiras disse...

Zelinha, querida, já me perdi metafórica e concretamente, nas matas da Chapada Diamantina. Experiência forte. Achar-me enquanto perdida foi o grande acontecimento! amo te ler...
Beijos,

Andrea de Godoy Neto disse...

Zelinha, querida, belíssima essa variante!

também nada sei das estradas retas, só me encontro se me perder pelos caminhos.

beijo grande!

Alexandre Mauj Imamura (lostinjapan.tk) disse...

quando a gente não sabe muito que caminho pegar... melhor é se perder mesmo e curtir a estrada! largo mão, fecho os olhos e caminho, a Vida que me leve.

melhor, tem sabor de aventura, de novidade...

boas trilhas e caminhos sempre em sua vida, querida Zélia!
bom dia

filosofo disse...

excelente blog.visitem atitude-critica.blogspot.com

ValeriaC disse...

Poema mais que perfeito minha amiga...maravilhoso como sempre...com toda certeza, sigamos o caminho que for, na verdade tudo foi e é, caminho...beijinhos e feliz dia!
Valéria

Assis Freitas disse...

boa forma de se desencontrar,

abraço

Toninhobira disse...

E quem há de dizer que Clarice não tinha razão? E voce na lida releitura com toda sua bela arte.
Lindo Zelia.
Carinhoso abraço.

vitorchuvashortstories disse...

Olá amiga Zelia!

Perdermo-nos no caminho é às vezes uma proposta tentadora; é no fundo descobrir um caminho novo.
E depois, como alguém muito bem disse, o caminho faz-se caminhando...

Abraço amigo; bom fim de semana.
Vitor

Angelo Augusto Paula do Nascimento disse...

QUeremos tiros no peito...
bjs

Zélia Guardiano disse...

Grata, Gilson! Pela visita e pelo comentário... Abraço, querido!

Zélia Guardiano disse...

Ah, Jorge, meu querido amigo... O teu encontro com Roberto nunca me sairá da lembrança! Segui, passo a passo, a vossa andança mágica . Era como se estivesse aí...
Abraço apertado, entremeado de amizade

Zélia Guardiano disse...

Rogério, meu querido amigo
É bom de mais ter-te aqui!
Adorei a visita e as palavras deixadas...
Abraço bem forte!

Zélia Guardiano disse...

Que bom que você veio, querida Luciana! E que bom que gostou dos versos!
Você me estimula sempre, e sou-lhe grata por isso! Muito grata!
Beijos, querida!

Zélia Guardiano disse...

Olá, Adriana, minha Linda!
É muito bom receber sua visita!
E é isso mesmo: Clarice é Clarice, não?
Beijos, amiga!!!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, Sonhadora, minha querida!
É sempre uma alegria imensa recebê-la aqui!
Você me traz uma vibração maravilhosa...
Beijos carinhosos, amiga!

Zélia Guardiano disse...

Rosemildo, meu queridíssimo amigo
Fico felicíssima com sua presença!
Estava com saudade!
Adorei sua visita e vou visitá-lo também...
Abraço bem apertado!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Dilmar, meu querido amigo, grande poeta...
Tuas palavras me são, realmente, um estímulo incomparável!
Sempre me deixas comentários que me impulsionam para diante.Este, de hoje, por exemplo...
Grata, muito grata!

Zélia Guardiano disse...

Tânia, querida, que experiência...
Mas, em frente: é preciso que haja o perder-se, para que também aconteça o encontrar-se, não?
Adorei sua visita, como sempre, minha especial amiga!
Beijos carinhosos

Zélia Guardiano disse...

Jogamos no mesmo time, querida, e isso é muito bom! Vamos seguir nos perdendo, nos reencontrando... Penso que assim sempre estaremos nos renovando! A bagagem vai ficando enriquecida com aquilo tudo que trazemos das andanças...
Beijos , amiga, preenchidos de carinho!!!

Zélia Guardiano disse...

Alexandre, meu qerido, muito querido amigo!
Tens razão! Em frente, de forma leve, despreocupada... Assim tem de ser!
Se houver retorno, ótimo! Se não houver, constroi-se outra história...
Adorei sua visita! Como sempre!!!
Grata!

Zélia Guardiano disse...

Filósofo
É uma honra tê-lo aqui!
Vou, sim, visitar, com muito prazer, o seu espaço.
E venha sempre, que esta casa é sua!
Muito grata!
Abraço bem forte

Zélia Guardiano disse...

Oh, Valéria, minha querida... Que bom que você veio! Estava com saudade!
Muito grata, não só pela visita, como também pelas amáveis palavras aqui deixadas...
Abraço bem forte e beijinhos, amiga

Zélia Guardiano disse...

Forma de desencontrar...
Muito agradecida, meu querido Assis!
Abraço apertado

Zélia Guardiano disse...

Toninhobira, meu sempre querido amigo, grande poeta
Fico sempre feliz com sua presença! Nunca vem com mãos vazias...Traz-me, toda vez, esteio feito de especiais palavras!
Grata, Toninho!
Muito grata!
Abraço bem apertado, entremeado de amizade

Zélia Guardiano disse...

Oh, Vitor, amigo muito querido...
Tu vieste e, ainda, me trouxeste complemento importantíssimo:"o caminho se faz caminhando"... Existe verdade maior do que esta?
Muito, muito grata, pela encantadora visita!
Abraço bem forte, daqui deste outro lado do mar...

Zélia Guardiano disse...

Angelo Augusto
Você diz muito bem: queremos tiros no peito... Vivemos em constante provocação...rsrsrs... Em constante desafio...
Adorei sua vinda, meu querido!
Muito grata!
Abraço bem forte