Minha lista de blogs

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Prisma-objetiva


É nocivo
O prisma-objetiva
Que carrego:
Amplia-me
Demais
O horizonte
A perspectiva
E
Perco-me
Em meio
Ao amplo
Espectro
De estrelas

A mim
Me bastaria
Um só brilho
De
Astréia

31 comentários:

Fouad Talal disse...

O infinito é o limite minha amiga, "sejamos realistas, exijamos o impossível".

beijo terno!

Úrsula Avner disse...

Lira pura e encantadora Zélia ! Bj com carinho.

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

O horizonte do poeta tem estrelas n'alma...

beijo querida Zélia!

Dilmar Gomes disse...

Olá querida amiga. É isso ai, se a realidade à nossa volta não é uma maravilha, ampliemos o nosso olhar para as galáxias distantes. Talvez haja alguém a dizer que tais atitudes são fugas de nós mesmos, não importa, pois o que importa, é estarmos bem conosco, adotando atitudes que não prejudicam ninguém.
Um grande abraço.

Andre Mansim disse...

Você é a melhor
Poetiza
De textos
Tão corretos
E concretos
Escritos
Como poemas concretos
Onde
Cada frase
Cada palavra
Fala
Por sí
E pelo conjunto
Parabens

MIRZE disse...

Maravilhoso, Zélia!

Nossa maneira de ser é bonita exatamente pelo prisma das diferenças.

Mais um belo poema que aplaude de pé.

Beijos

Mirze

Wilson Torres Nanini disse...

Zélia,

vc pode até buscar o mínimo alumbramento, mas sua poesia é alçada ao calor dos zil holofotes.

Abraços!

Ingrid disse...

a visão ampliada e minuciosa por vezes se faz necessária..
e a tua é bela..
beijos Zélia e boa semana..

Fatima disse...

Bjs minha querida!

dade amorim disse...

Muito, muito brilho em seu(s) poema(s), Zélia.
Está tudo bem com você?

Beijo.

Toninhobira disse...

Bela viagem no concreto pensar Zelia.O brilho que vem e se irradia desta luz de suas inspirações.Meu abraço terno de paz.

R. R. Barcellos disse...

- Quando as palavras são astros?
- Agora.
- Onde as constelações são versos?
- Aqui.
- Quem nos mostra os universos?
- Você.

- Abraços, poetisa de mundos...

Assis Freitas disse...

Astréia, filha de Zeus: virgem das estrelas,

abraço

Regina Rozenbaum disse...

Bruxo Barcellos, poeta como vc, pôs em palavras aquilo que não saberia dizer. Que via láctea maravilhosa é você.
Beijuuss n.a.

SAM disse...

Querida Zelia,

Que maravilha é poder desfrutar das suas belas poesias e das suas mensagens refletidas no brilho dos seus versos. A injustiça agride a sensibilidade.


Beijos com carinho e maravilhosa semana, amiga. Obrigada

Mariazita disse...

Olá, Zélia querida
Não nos moldamos, amiga, somos o que somos e mais o que nos acrescentámos ao longo da vida.
Mas deixa que os teus sonhos caminhem até ao infinito, que a tua meta sejam as estrelas...

Uma semana feliz. Beijinhos

Wania disse...

Zélia

... mas é neste "te perder" entre as estrelas que a poesia te encontra!



Bjs, amiga

Andre Mansim disse...

Oi Zélia, eu fiz um post falando de bons blogs e falei do seu, passa lá pra ver depois!

Tania regina Contreiras disse...

Brilho que há é o teu, Zelinha...Quando escreve, seja qual for o tema, traz um algo de novo. Estrela Zélia!
Beijos,

Cida disse...

Lindo, amiga poeta, que tem luz própria, e a deixas até nos comentários que fazes por essa blogosfera.

Beijo fra[terno]

Cida

A. Reiffer disse...

Bastante criativo, Zélia, gostei! Abraços!

vitorchuvashortstories disse...

Olá,Zélia, amiga!

Fico contente por saber que esse seu primeiro livro está prestes a nascer. Será um sucesso, disso estou certo; olhando a quem o escreve nunca poderá ser menos do que isso.

Já não estou tão certo que querer ter o brilho de Astréia seja pedir coisa pouca ... mas ainda assim acho que a Zélia o merece.

Abraço amigo.
Vitor

Luiza Maciel Nogueira disse...

Sensacional Zélia! bjs!

Maria selma disse...

Já pensei assim muitas vezes ,ser reconhecida com minha arte,ter o brilho de uma estrela....
Mas vi que todos nós temos este brilho...Passando por este espaço e gostei muito,li seu comentário deixado num blog que escreveste um livro....tenho um blog chamado Chá da tarde...terei imenso prazer em divulgar no chá,aceita?convido você para visitar...já estou seguindo seu blog...
http://selmaris.blogspot.com/(chá da tarde)
http://mariaselmadr.blogspot.com/(detudoumpouco)
beijos

Salete Cardozo Cochinsky disse...

Olá Zélia
É um prazer ler-te. Gosto de teu estilo. Em alguma época escrevi várias poesia nesse estilo, estou tentando recuperar.
As palavras deslizam suave mas com potência.
Um belo equilíbrio.
Beijos

Manuela Freitas disse...

Fantástico poema querida Zélia...como um bisturi (em poucas palavras) vai ao cerne da questão!
Beijinhos,
Manuela

Andradarte disse...

Belo poema...Admiro sua criatividade..
Beijo

Maria selma disse...

Oi Zélia muito obrigada pela visita e por seguir o blog,espero você no outro bloghttp://mariaselmadr.blogspot.com/
se possível deixe um comentário vou amar,beijos...

Salete Cardozo Cochinsky disse...

OLá Zélia
Obrigada pela visita e pelo carinho.
Para seguir-me está bem abaixo ao pé da página o local para os seguidores.
Beijos

✿ chica disse...

Chego aqui e cai o queixo.Sempre maravilhas,Zelia! Lindo! beijos,chica

CARLA STOPA disse...

É bom...e lindo seu poema...Superação...