Minha lista de blogs

domingo, 3 de julho de 2011

O pássaro


Parece
Empalhado
O pássaro
Que
Ensimesmado
Pousa
Sobre o pilar
Da cerca
De arame farpado

Suas tênues
Penas
( Só as penas )
Sutilmente
Movem-se
Ao sobro
De uma leve
Brisa

Ninguém
Precisa
Perguntar-lhe:
Em que pensa?

Vê-se:
Com os olhos
Embaçados
Fixos
Num ponto
Tenta decifrar
Enigma

( Seria a vida? )

23 comentários:

✿ chica disse...

Lindo pássaro e linda poesia...Tantas coisas ele tem a pensar,né? beijos,tudo de bom,chica

Andradarte disse...

À s vezes também fico assim....ensimesmado...
Beijo

mdsol disse...

E as palavras
Sempre
Voando
Batendo as asas
da
Criatividade

Beijinho, querida Zélia

Tania regina Contreiras disse...

Às vezes nosso olhar se encontra com o olhar do pássaro e é mistérios decifrando-se, Zélia... Amei.
Beijos

ValeriaC disse...

Zelia minha querida...que versos mais visuais...esplêndido o mistério ao qual o pássaro e cada um de nós estamos envolvidos na vida...
Fique na paz amiga...beijinhos e aplausos a ti...sempre
Boa semana...beijos
Valéria

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Zélia
Acho que ninguém nunca terá essa resposta. Seu olhar misterioso, só nos encanta, mas não nos conta e intriga.
Boa semana
Bjux

Luciana Marinho disse...

o mistério é não saber onde começa zélia no pássaro e o pássaro em zélia... :)

abraço terno, querida!

MIRZE disse...

Zélia, linda!

Enigmas e mistérios que só aos pássaros cabem entender, ou à quem voa tão alto como você.

Lindo, maravilhoso!

Beijos

Mirze

Jorge Pimenta disse...

querida amiga,
tenho a firme convicção de que os verdadeiros enigmas não se fizeram para serem desvendados; antes, para engrandecerem aqueles que ousam desafiá-los. talvez por isso o pássaro tenha asas e o homem arraste os pés no solo...
beijinho com saudades tuas!

Lara Amaral disse...

Uma das coisas mais lindas que já li aqui no seu blog, Zélia!

Vc é demais, moça!
Beijo.

Apaixonado disse...

Chorei, de alegria... quanta beleza, quanta poesia!

Celso Mendes disse...

Belíssimo poema, cheio de significâncias dentro de uma imagem leve e bela.

Prazer imenso conhecer teu blogue.

Abraços!

Al Reiffer disse...

Singelo e reflexivo! Abraços!

Fabio Rocha disse...

Genial!!!

MM - Lisboa disse...

Todos nós somos esse pássaro, tentando decifrar qual o nosso papel neste universo tão grande!

Domingos Barroso disse...

Esplêndido!
Esplêndido!
Esplêndido!

Elevada poetisa
e amiga Zélia,
beijo carinhoso
...

Toninhobira disse...

Lindo seu olhar sobre o pássaro inerte,como nós nos fazemos as vezes perdidos em nossos pensamentos.
Sempre linda sua criação e estrutura amiga.
Meu terno abraço de toda paz.

Ingrid disse...

lindo mirar para voar..
versos de observar..
beijos querida

Fatima disse...

Oi minha amiga querida!
Muito obrigada pelo carinho!
Bjs.

dade amorim disse...

O pássaro vive inquieto, ainda que esteja imóvel. Só pode ser a vida, esse enigma em seus olhos.

Beijo grande pra você. Zélia.

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Zelia, amiga!

Possivelmente sim: Certamente que nos imita...

Abraço amigo.
Vitor

MOISÉS POETA disse...

Lindo, Zélia !

So os grandes descrevem a metafísica com um belo poema !

um beijo, querida !

Cida disse...

Muito lindo, Zélia!

E será que ele vai conseguir decifrar?...:)

Aqui em casa, tenho uma passarinho bem colorido, que serve de enfeite em meio a uma folhagem.
Minha neta sempre diz que o acha muito feio (ela o compara com o pássaro da outra avó, que por ser de verdade, é bem mais encantador pra ela).
Da última vez que ela aqui esteve, foi passando pelo vaso e já dizendo: acho esse passarinho tão feio! Aí, eu fiz uma cara de triste, só pra ver a reação dela. Ela então, olhou bem pra mim, olhou novamente para o passarinho, e me disse essa pérola: sabe vovó, que hoje ele já está um pouquinho bonitinho?

Me diz como não amar de paixão uma criaturinha dessas?...rsssss

Beijão pra você menina.

Fique bem!

Cid@