Minha lista de blogs

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Basta


Para que
Mais Rock and roll
Se já houve
Elvis?

Para que
Mais aventura
Se um dia
Nos Himalaias
Já caminhei
Sobre as neves?

Para que
Buscar amor
Se as carícias
Do tempo
São tão suaves
Tão leves?

12 comentários:

olhodopombo disse...

É mesmo.
pra que tanto repetir?
Mas assim que a Humanidade Caminha,
repetindo os passos....

olhodopombo disse...

E mesmo.
Pasra que tanto repetir?
Mas é assim que caminha a Humanidade
passo a Passo....

Zélia Guardiano disse...

Mas a gente vai se cansando, não vai, minha amiga? rsrsrsrs...
Tenha um lindo dia!
Um abraço

Assis Freitas disse...

Porque há o mistério da busca e todas as sensações que antecedem a descoberta, e o desvario do vazio e o conforto de recomeçar. abraço

Zélia Guardiano disse...

Lindo, Assis!
Comentário que me faz repensar os versos...
Você é demais, amigo!
Um abraço

Ianê Mello disse...

É verdade... as pessoas tem medo do novo.
É mais fácil seguir os passos já inscritos na areia...rsrsrs
Lindo poema...reflexivo.
você me emociona com suas palavras.

Transcrevo aqui minha resposta em meu blog, caso você não volte na mesma postagem...( risos)

"Você me emociona com suas palavras.

É muito bom saber que esse espaço lhe acolheu de forma tão significativa, pois o meu intuito é justamente esse, que as pessoas se sintam bem aqui.

Você me incentiva a prosseguir nesse caminhar.

Também gostei muito do seu blog, de seus poemas repletos em sensibilidade.

Pode fixar residência, aqui tem lugar para todos os amigos...(sorrisos)

Grande beijo, com meu carinho."

Zélia Guardiano disse...

Ianê
Você é uma pessoa especial!
Sua poesia é especial!
Seus blogs são especiais!
Obrigada pelas palavras tão gentis...
Um beijo...

jefhcardoso disse...

Por que a vida é de gole em gole e vez ou outra temos o desfrute de um porre; mas delicioso sorver a vida de gole em gole e senão, morreríamos de sede. (sorrio)

Intrometido, né, Zélia!?

Vim aqui para agradecer sua presença no diálogos e não pude ficar quieto diante do seu poema. Parabéns por ele. Abraço!

Jefhcardoso

Pedrita disse...

oi zelia, vim retribuir a visita. hj ouvi muito elvis em uma peça q fui ver no ccbb são paulo. beijos, pedrita

poetaeusou . . . disse...

*
Porquê
procurar o Paraíso,
se aqui encontrei o meu Éden ?
,
conchinhas mareantes, deixo,
,
*

Zélia Guardiano disse...

Jefh!
Obrigada! Sua presença me enriquece! É demais!
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Volte sempre, Pedrita, assim como voltarei sempre ao seu espaço, do qual tanto gostei!
Um abraço