Minha lista de blogs

sábado, 24 de abril de 2010

O vento


Sinto pena do vento...

Ele tem muito
Compromisso
(E não costuma
Ser omisso)

Viu
Como passou
Correndo?

Tem de içar
(Bem alto)
A pipa
Do menino

Assanhar
O cabelo
Da modelo

Carregar
As folhas
Secas
(Folha seca
Não tem mesmo
Dono
Vive no
Abandono):
É ele
Que implanta
O outono

Depois
Tem de
Subir
Subir
Subir
Para
Assoprar
O sol
Atiçar-lhe
O fogo
Garantir-lhe
O trono

Por fim
Depois
De tanta
Peripécia
A principal
Será assim:
Viajar
Rumo a
Hollywood
(Terra feita
De ilusão
De sonho
De quimera)
Onde o espera
Norma Jean

33 comentários:

mdsol disse...

Gosto mesmo de a ler! Surpreendente e desconcertante.

Muito bem!

:))))

Cida disse...

Que bons ventos soprem prá você nesse final de semana!
Um grande abraço.

Sua amiga

Cid@

Lara Amaral disse...

O vento que me trouxe aqui já vem sorrindo. Seus poemas o impulsionam.

Beijo, moça linda!

Rayuela disse...

sorprendente! originalísimo poema!

(yo tampoco puedo ya vivir si tu poesía)


un beso*

Zélia Guardiano disse...

mdsol
Visita e comentário muito importantes! Preciso deles!
Obrigada.
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Cid@!!!!
Que bom que você veio!
Fico feliz!
Obrigada!
Beijos

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, minha querida e doce Lara! Você me traz luz!!!
Beijinhos, um de cada lado...

Zélia Guardiano disse...

Rayuela
Quando você chega, traz consigo inspiração!
Obrigada!
Um abraço e besos

PS- Já andei lá pelo seu blog... Não consegui postar comentário. Infelizmente. Meu pc anda complicado!!!

olhodopombo disse...

Zelia,
quisera ser assim,
uma poetiza
inflada pelos ventos da imaginação....

Multiolhares disse...

Tantos sonhos sonhados, tão poucos vividos, e subimos e descemos rumo ao vento que seduz em todos os lugares
bj

Zélia Guardiano disse...

Amiga Tamar
Você é uma grande poetisa! Afinal, que são as suas fotos maravilhosas com suas legendas?
Um grande abraço

Zélia Guardiano disse...

Multiolhares querida
Comentário feito em lindos versos! Vou correndo procurá-la no seu espaço, pois você já me deixou excelente amostra...
Obrigada!
Volte sempre!
Um forte abraço!

Jobi disse...

Que os ventos a tragam aqui, Zélia, na nossa velha e boa Itaquera! rs.....
Beijocasssss
Jobi e Àlvaro

Helô disse...

Vento veloz
Vento voraz (ambicioso)
Vento volante
Voa
Leve meu amor
Até minha boa mãe
E
Volte vento
Eu também te amo tanto!

Lindo verso mãe!! Um dos que mais gostei!!! Não sei o porquê, mas agora estou escrevendo para a senhora só em versinhos..rs!! É a senhora me inspirando!!! Te amooo!!! Beijooos!!

Zélia Guardiano disse...

JOBIANE!!!!!!!!!!
Não acredito! Que bom!!!
Adorei sua visita!!!! Nossa...
Volte sempre!
Muito obrigada!
Beijos para você e para o Álvaro

Zélia Guardiano disse...

HELÔ, minha querida!!!!!!
Cada vezque você vem aqui, é uma alegria muito grande!!!!!
Seus versos estão lindos!!! Adorei!!!!
Obrigada, minha linda!
Eu também te amo muito!!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Petro disse...

C'est très bon!

Obrigado por voltar ao "mémories de ses 30 ans".
Fiquei feliz...claro que aqui já me sinto em casa. Se eu sujar o tapete, meta a bronca...eu baixo a cabeça. No mais, vou me atentar para não decepcioná-la.
Bjaum
P

Zélia Guardiano disse...

Petro!!!!!!!!!
Agora, sim, está tudo consolidado: eu sempre lá e você, sempre aqui...
Beijos

Pedrita disse...

ai que delícia, o vento, me lembrou a minissérie o tempo e o vento. preciso urgentemente ler os livros. beijos, pedrita

Zélia Guardiano disse...

Pedrita
Adoro o tempo e o vento! Bibiana... Ana Terra...Pedro Missioneiro... Capitão Rodrigo...
Capitão Rodrigo!!!

Beijos

palavradiando disse...

Além de belo, o poema, belíssima (também) a sua sacada sobre o vento e, digamos...seus afazeres domésticos! rsrs
Parabéns, Zélia!
Um abraço.

Zélia Guardiano disse...

Palavradiando
Muito obrigada! Volte sempre!!!
Um abraço!

Theresa Russo disse...

Interessantíssimo...Lembrou meu filho JOão de 21 anos....NOssa....Cravado!!!

Zélia Guardiano disse...

Que curioso, Thereza!rsrsrs...
Obrigada pela visita!
Um beijo

Assis Freitas disse...

Norma Jean gostava de ventanias, de assanhar as brisas com seu fascínio. abraço

Zélia Guardiano disse...

Exatamente, Assis!
Norma Jean...
Obrigada pela visita!
Um abraço

Rayuela disse...

vuelvo por aquí, te extrañaba.
así que tu pc complicada? tranquila, ya se arreglará y disfrutaré nuevamente de tu visita y de tus letras.

mil besos*

Zélia Guardiano disse...

Oh, Rayuela!
Quanta alegria me dás com mais esta visita!
Muito, muito, muito grata!
Mil besos...

Mai disse...

E o vento pode tanto mais...
Vim ler teus versos e soprou um vento desses de levantar folhas.
abraços e obrigada pela visita e comentário

Zélia Guardiano disse...

Mai!!!
Fico feliz com sua visita!
Volte sempre!
Obrigada!
Beijinhos

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Onde o espera, com sopros de poesia, Zélia Guardiano...

Bravo, poeta:
Pedro Ramúcio.

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, meu querido Pedro!
Obrigada!
Deixou-me feliz com a visita!
Um forte abraço

Jairo Cerqueira disse...

Olá, Zélia.
O Tempo, o Vento e o Espiral da vida. Eis uma tríade perfeitamente dialética.
Bjs