Minha lista de blogs

terça-feira, 13 de abril de 2010

Desisto


All right!

Dependurei
No prego
Da parede
Minha aljava

De que me vale
Neste aljube
Em que
Me encontro

Ainda que
Alizarina
Seja a tarde?

23 comentários:

Lara Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lara Amaral disse...

Escrito incrível! Valeu a pena procurar pela palavra que eu não conhecia, achei na sua poesia uma riqueza ainda maior.

Beijo!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, querida Lara! Pela visita e pelas palavras de incentivo... Adorei!!!
Um abraço

IVANCEZAR disse...

Voce trabalha com um vocabulário rico, emprestando natureza própria e estilo inconfundível à sua produção poética. Parabéns - Convido-a a seguir também meu blog, para manter essa sadía relação cultural .

Zélia Guardiano disse...

Sem dúvida, Ivancezar! Será um troca permanente de bons fluidos poéticos...
Obrigada pela visita e pelo comentário ...
Um abraço

olhodopombo disse...

a mim parece que tudo
vale a pena
quando a mente não é pequena....

respondi teu comentario la no blog Tanajuras....

Zélia Guardiano disse...

Falou e disse, Tamar...[ que gíria mais antiga
:-)] É isso mesmo!!!
Vou correndo lá no olhodopombo...
Um abraço, amiga!

Cida disse...

Amiga, na minha cabeça, eu achava que já havia entrado de seguidora do seu ótimo: "Ad litteram".
Hoje, quando percebi que não, corri para consertar meu erro...rsrs
De toda forma, estou sempre por aqui, mesmo que nem sempre tenha tempo de deixar um comentário.
Parabéns, você realmente sabe brincar com as palavras, e nos presentear sempre com poemas incríveis.
Um grande abraço e fique com Deus.

Cid@

Sylvia Araujo disse...

Alento. Algures alento...

Òtimo!

Beijoca

mdsol disse...

Este labor aturado com a palavra! Muito bem!

:)))

Bravo disse...

É sempre um prazer passar aqui por este cantinho acolhedor e cheio de magia.

Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Cida, minha querida amiga! Você aqui, me alegrando outra vez!!!
Obrigada! Sua presença aqui, é um facho intenso de luz!!!
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Sylvia!
Você me traz alegria! Presença importante! Volte sempre, amiga!!!
Um forte abraço

Zélia Guardiano disse...

mdsol!
Luz é o que você me traz! Venha sempre iluminar este cantinho...
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Bravo
Você é um anjo! Sempre a me acolher debaixo de suas asas... Obrigada!
Um abraço

Pedrita disse...

pregos na parede. beijos, pedrita

Mateus Luciano disse...

queria te agradecer tão maravilhoso e significativo comentário e aproveito o momento para lhe saudar pelo
belíssimo poema que eu acabei de ler
as palavras que você usou foram mondadas por ti para ti poder usar
espero que possamos nos encontrar por mais palavras .
bom dia fique em paz.

olhodopombo disse...

Zelia seu blog esta cada dia mais suntuoso.
Respondi seu comentario la no meu blog.....

Lice Soares disse...

Oi Zelia, vim agradecer a tua presença lá no meu blogue assim como as tuas palavras tão gentil.
Um grande beijo no teu coração. Será sempre bem vinda, viu?

Zélia Guardiano disse...

Pedrita!!!
obrigada pela presença!
Adoro quando você vem aqui!
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, meu querido Mateus, não só pela visita, como também pelas doces palavras...
Venha sempre ! A casa é sua. Aqui você já tem seu cantinho reservado, e uma fumegante xicrinha de café...
Um abraço

Zélia Guardiano disse...

Lice, minha querida! Vi um claridade aqui... Só podia ser você!Obrigada!
Venha sempre!!!
Um forte abraço

Zélia Guardiano disse...

Pois é, menina... Estou super feliz com o blog! Devo-o a você, que me empurrou, quando empaquei como um burro xucro , teimoso...rsrsrs...
Obrigada, Tamar!!!
Agora, vou ver sua resposta no olhodopombo...