Minha lista de blogs

quinta-feira, 3 de março de 2011

Situação difícil


Ai
É hora de postar
Uma poesia
E não a tenho

Algumas
Desgastaram-se
Na gaveta
[ Confiro o fundo
Onde leio:
Prazo de validade
Vencido ]

Outras
Ainda não
Chegaram:
Distrairam-se
No caminho
Com a folia
Momística

[ Humpf!
Esses versos
Carnavalescos... ]

24 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

propício para o carnaval :)

beijos carnavalescos

Valquiria Calado disse...

MÊS DA MULHER, TE VISITO DEIXANDO ...
..........{\......._____.....,
.........{*.\.....(*~*~*).../}
........{.~.*\....////^^\../~}UM ANJINHO
........{*....\..(((/.6.6./.*}PARA TE
........{..*.~.\.)))c..=.)*..}PROTEGER..
.........{*...*.////'_/~`.~.}
..........{~.*.((((.`.`\.*}'
...........`{.~.)))`\.\))_.-:<*>
..............`{.(()..`\_.-'`.`:'
................`)/.`..| MUITOS BEIJOS
.................(....\' \
..................\....\.\ FELICIDADES
............_ .__\...| /
............|` `'...``Y; E AMOR
............|./``-../../
............`'......|./ SEJA SEMPRE PRESENTE
.................../.`-.
...................`---- NO TEU CAMINHAR.
VISITE O VALVESTA ESSES DIAS ATÉ O DIA DA MULHER, TERÁ SEMPRE UM CARINHO E UM FLOR PRA TEU CORAÇÃO.

André disse...

Bom dia, minha querida Zélia!

poesia com prazo de validade!!! *rs poesias extraviadas!!! *rs só tua imensa imaginação poética, minha querida amiga, para poder tecer um poema de coisas tão batidas e rebatidas como a folia momesca, mas que estão no ar! (não por aqui onde moro, felizmente... *rs)

Deliciosos versos, Zélia, muito acima da confusão que se instala por esses dias...

Um bom fim de semana, cheio de boas inspirações, querida amiga. Um grande abraço,

André

Jorge Pimenta disse...

haverá poesia maior do que a que se faz pela negação da poesia?
bravo, amiga!
um beijinho!

chica disse...

Lindos versos carnavalescos!beijos,tudo de bom,chica

Cris de Souza disse...

a corda é bamba e nós do samba!

beijos, passarinha.

Dilmar Gomes disse...

Querida amiga, nossa veia de poeta é assim mesmo, às vezes, somos tomados de uma pasamaceira e não acontece nada, outras vezes, parece que estamos elétricos e tudo à nossa volta é motivo para criar versos...
Um grande abraço, amiga e que Pollimnia, deusa dos poetas, acorde e deixe a tua criativide fluir...

pensandoemfamilia disse...

Sua falta de inspiração são estrelas cadentes que brilham em suas poesias.
bjs

Magnolia disse...

Deixo-te um poema Zélia....

Fiz de mim o que não soube
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me.
Quando quis tirar a máscara,
Estava pegada à cara."


Álvaro de Campos

Beijo

R.B.Côvo disse...

Às vezes também me sinto assim- não sai nada. Mas é momentâneo. Aproveite o Carnaval. Abraço.

Constança Lucas disse...

prazo de validade palavras válidas pontos validados

bom feriado

abraços
Constança

Dario B. disse...

Por certo teus versos rebelam-se contra a alegria com hora marcada, assim como eu. Um beijo, querida Zélia, teus escritos me fazem bem, obrigado por isto.

Ingrid disse...

e os versos se agitam.. sentindo a festa que se aproxima..
beijos Zelia.

Justine disse...

Perfeitamente adequados, e cheios de ironia, como é apanágio da tua poesia!

Lara Amaral disse...

Ah, gostei! Bem-humorado e com esse seu jeito de poetisa doce.

Beijo, querida!

Sonhadora disse...

Minha querida

Muito leve e bonito um poema para esta época.
Nas gavetas dos poetas há sempre um verso guardado.

Deixo um beijinho
Sonhadora

Assis Freitas disse...

qualdo faltam versos caem chuvas de confetes, há dança na página e no salão


abraço

manuel marques disse...

Divirta-se neste carnaval.

Beijinho e bom fim de semana

carlos pereira disse...

Cara amiga, poetisa Zélia;
Um poema suave, onde a divagação poética é acompanhada por palavras cheias de sensibilidade e emoção.
Gostei muito.
Um beijo.

Suzana Martins disse...

Esses versos que sambam no papel formando versos entre o céu. Versos embaralhados que encontram o vento e saem por ai sem acento, rs...

BOm carnaval, minha querida!!^^

Beijos

Fatima disse...

A minha alegria atravessou o mar
E ancorou na passarela
Fez um desembarque fascinante
No maior show da terra
Será que eu serei o dono desta festa
Um rei
No meio de uma gente tão modesta
Eu vim descendo a serra
Cheio de euforia para desfilar
O mundo inteiro espera
Hoje é dia do riso chorar
Levei o meu samba pra mãe de santo rezar
Contra o mal olhado eu carrego o meu patuá
Eu levei!
Levei o meu samba pra mãe de santo rezar
Contra o mal olhado eu carrego o meu patuá
Eu levei!
Acredito
Acredito ser o mais valente nessa luta do rochedo com o mar
E com o ar!
É hoje o dia da alegria
É a tristeza, nem pode pensar em chegar
Diga espelho meu!
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu

(UNIÃO ILHA
Enredo: É Hoje - 1981
Compositores: Didi/Mestrinho)


Bom Carnaval pro cê!

Bjs.

Sam disse...

Que os versos sejam batuque nesse tambor
sejam estrada, avenidas coloridas
fantasias mais que reais,
sejam mestre sala e porta bandeiras
sejam ainda, porta-entrada ao coração,
pra além desse e de outros carnavais.

Abraços, flores e estrelas...

Cida disse...

Carnaval?
Tô fora!...

Poeminha da Zélia?
Tô dentro!...:)

Bom feriado pra você, amiga.

Fique bem, fique com Deus.

Beijinhossssssss

Cid@

Sandra disse...

Muito bom,para quem não não tinha palavras...
Sempre dentro da validade e recomendando-se o seu uso!
Beijo