Minha lista de blogs

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Fauvismo


Uma janela
Aberta
E
Um espelho
Onde
O vermelho
Intenso
Do anoitecer
Vem
Refletir-se
Dão-me
Uma pista:
Deus é fauvista

45 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Quer maravilha, Zélia, acho que você tem razão, as cores exaltadas de um anoitecer desse parecem mesmo revelar o espírito purista do Criador. Uma delícia de poema!
Abraços,
Tânia

Pâmela Grassi disse...

Zélia,

as cores, quando no ceú tecem seu primado, revelam a alegria da Criadora (meu Deus também é feminino. antes do verbo, do sopro, o útero)

um beijo!

Assis Freitas disse...

vc foi fundo na expressividade Zélia, e fauvismo me lembra Flaubert,

beijo

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

O degradê de cores do entardecer do laranja ao vermelho faz crer mesmo exista arte outra [se duvidar maior até] além da produzida pela mão humana... ;)

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, Tania querida!
Mais uma vez...
Sua visita é sempre uma grande alegria!
Beijo

olhodopombo disse...

Uma arte que nenhuma palavra ainda capta,
porem ao ler seu poema
a minha frase fica obscura....

Fatima disse...

Com toda certeza minha amiga!
Bjs.

Rayuela disse...

si la ventana abierta es
un espejo
quiero
pasar
a través
de
él
y entrar
en el
atardecer

besos,Zélia*

Lara Amaral disse...

O arrebol é uma das telas mais incríveis já pintadas mesmo.

Lindíssimo poema!

Beijos.

Rodrigo Braga disse...

A expressividade das cores da vida nos fazem a chegar essa conclusão fundamentada em um lindo poema.

Deus criou a beleza das flores, as cores de uma alvorada o intercalar entre o berrante e o negro em uma abelha. Tudo isso fez criar Gauguin e Van Gogh.

Linda postagem.

mdsol disse...

Rigorosamente dito e coloridamente pintadas´, as palavas. Também gosto deles, dos fauvistas (vá de muitos, para ser mais rigorosa)

:)))

Marcantonio disse...

Bem pensado, bem sentido e bem dito! Mas, será também expressionista? Com certeza é também abstracionista. Já o homem é cubista com rasgos surrealistas.

Grande abraço, Zélia!

Wania disse...

Zélia

Equilibrio perfeito entre a Cor e a Criação, entre a poesia e o Criador!

Lindo!
Bjs

contagotas disse...

Às vezes!
Outras há em uma névoa o torna minimalista.
Mas como seus poemas sempre deslumbrante.

Bjos

Iara . Amorinha . Iah . Iaiá . disse...

E as cores, e as intesidades delas, em cada parte da natureza ou em cada parte natural do ser humano em que se revele a pureza, parece ser reflexo de uma criação divinamente perfeita.
Belo post!
Bom finde, beijão!

Jorge Pimenta disse...

querida zélia, quero acreditar que sim. à nossa volta há cor, luz, equilíbrio, e umas perfeição e pureza que estão para lá da capacidade humana. mas, por detrás das árvores, escondem-se a perturbação e a dor, inevitavelmente...
deus é fauvista; o homem... decadentista. raios, por que somos rebeldes e não seguimos os bons modos do pai?...
um beijo com um sorriso!

Úrsula Avner disse...

Oi Zélia,

puro lirismo em versos encantadores... Bj com carinho,

Úrsula

Celso Andrade disse...

Belas palavras Zélia!

abraço

celso

Andrea de Godoy Neto disse...

zélia, querida, que inspiração e expressão de imagem e poema!

belíssimo!
um beijo

Cida disse...

E depois de tudo que já disseram, só me resta dizer:

Bravo!!...:)

Beijinhos prá você querida.

Cid@

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Acrescento, Zélia: "Deus é perfeito".
Como o seu poema.
Amiga, você sempre se supera.
Excelente fim de semana e forte abraço.

Júlio Castellain disse...

...
Maravilha, Zélia.
Abraços.
...

Ribeiro Pedreira disse...

poema com cheiro de cores quentes sabor de eternidade.

Zélia Guardiano disse...

Pâmela
Deliciosa sua visita, escantador o seu comentário!
Beijo, querida!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Assis, meu amigo!
Suas palavras fazem alavanca a me colocar para frente!
Obrigada.
Beijo

Zélia Guardiano disse...

Sem dúvida, Francisco!
Faço minhas as suas palavras.
Grata pela amável visita!
Forte abraço, amigo!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, minha sempre amiga Tamar!
Suas palavras me incentivam muito, você sabe... Até porque foi você quem inventou este espaço: é minha sócia...rs...
Grande abraço, querida!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, querida Fatima!
Beijo, beijo, beijo...
Você é demais!

Zélia Guardiano disse...

Ai, minha mui querida Rayuela...
Você , com suas doces palavras...
Lindo demais!
Não há uma só letra que você escreva que não denote poesia...
Milhões de beijos, amiga!*

Zélia Guardiano disse...

Lara, minha querida amiga
Realmente: nada mais lindo existe que o arrebol! Nada... É, mesmo, a mais importante tela do acervo do universo...
Beijo, querida!

Zélia Guardiano disse...

Querido Rodrigo
Fico mais do que feliz quando você vem!
Traz sempre uma palavra linda! Vem carregado de poesia...
Obrigada, querido!
Enorme abraço!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, mdsol querida!
Sua visita e seu comentário muito me alegram! Muito!

Zélia Guardiano disse...

Certíssimo, Marcantonio!
Cada vez que olhamos para o alto, vemos a arte representada de uma forma outra, nova... E não só para o alto: também para qualquer lado onde a natureza se mostre...
Enorme abraço, amigo!

Zélia Guardiano disse...

Wania, minha linda
Muito grata pela sua fundamental presença e pelas doces palavras!
Beijo

Zélia Guardiano disse...

Querida Maria Ivone
Você disse muito bem: algumas vezes, como no instante em que escrevi estes versinhos...
Adoro suas visitas, amiga!
Muito grata!
Beijo

Zélia Guardiano disse...

Iara
Seja muito bem-vinda! Muito!
Fiquei mais do que feliz com sua visita e com seu comentário!
Vem sempre, que esta casa é sua...
Beijo

Zélia Guardiano disse...

Oh, Jorge, meu maravilhoso amigo!
Não sou ninguém, sem suas visitas... Você me traz palavras essenciais! Muito grata!
Enorme abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Amiga Úrsula
Sua visita sempre me traz suavidade e doçura, que depois eu procuro reciclar: tento usá-las nos meus versos... Não sei se consigo... Mas como gostaria!
Beijo, querida!

Zélia Guardiano disse...

Muito grata, Celso querido!
Adoro suas visitas!
Vem sempre, que essa casa é sua...
Grande abraço

Zélia Guardiano disse...

Mil vezes obrigada, Andrea querida!
É sempre uma honra receber sua visita, que vem impregnada com o perfume da sensibilidade, do carinho...
Beijo, minha amiga!

Zélia Guardiano disse...

Cida!!!
Você não precisa de muitas palavras, não... Uma letra, vinda de você, é um livro da melhor poesia...
enorme abraço, doce amiga!

Zélia Guardiano disse...

Paulo jorge, meu grande amigo
Preciso dizer-lhe: sua chegada( carregado que vem de palavras boas, positivas), para mim, é sempre momento de grande euforia! Como se não nos falássemos há séculos...
Grata, querido!
Enorme abraço

Zélia Guardiano disse...

Que bom recebê-lo, Júlio!
Vem sempre, que aqui você tem lugar cativo...
Enorme abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Ribeiro, meu querido
Você vem, mas não vem só: traz consigo um lindo poema , em forma de comentário...
Bravo!!!
Grande abraço, querido!

d'Angelo disse...

Lindo, Zélia, assim como seu autorretrato. Abraços.