Minha lista de blogs

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Ilusionismo



O clarão
Crepuscular
Obriga-me
A colocar
Uma das mãos
Em concha
Sobre os olhos
Ávidos
Por enxergar
A linha
Do horizonte
Onde
Lentamente
[ Já ]
Se esconde
O último
Dia
Do primeiro
Mês
Do novo
Ano

[ Tempo
É mentira
É ilusão
É engodo
É engano

Previsão
De
Baralho
Cigano
:
Bobagem
Acreditar ]

25 comentários:

Mr.Orange disse...

Outro dia eu li uma frase que dizia: “Tudo acontece mais de uma vez na vida, sendo na segunda vez, ilusão”, assim sendo, será que vivemos em um profundo engano, cegos pelo clarão crepuscular?? Sinceramente, acho que sim!
Ótimo texto!
Atenciosamente.
Adriano MB.

Luiza Maciel Nogueira disse...

o tempo ainda é necessário para nos lembrar que um dia chegará o fim :)

beijo

Ingrid disse...

e vamos-nos querida Zélia..
mais rápido que o clarão pode nos guiar..
beijos.

carlos pereira disse...

Cara Poetisa Zélia;
O tempo e as palavras. As palavras no tempo certo; sombras de um crepúsculo que se quer eterno;tão eterno como as palavras.
Gostei deste seu poema.
Um beijo.

Marcantonio disse...

Seria perder tempo acreditar em previsões, então? Curioso que se use também a palavra tempo para as condições meteorológicas, não é? Até ali são falíveis as previsões.

Abraço, Zélia.

Dilmar Gomes disse...

Olá querida amiga, dizes com muita propriedade que previsões são enganos. O tempo é uma palavra definida por si mesma. Os sábios dizem que o tempo é a sucessão das coisas e está ligado a eternidade, então...
Um grande abraço.

Cida disse...

É, menina... O tempo nos engana direitinho...

Com que então já se passou um mês e só faltam mais onze...Tenho que correr com os preparativos para o Natal!...:)

Brincadeirinhas à parte, a passagem do tempo está tão rápida, que até me assusto.

Minha netinha acabou de completar 3 anos, e eu me peguei pensando: gente, mas ela nasceu outro dia mesmo!...

É isso aí, Zélia, temos que ficar de olho nesse enganador! A mim ele não ilude mais não!...rs

Ótimo poema! (como sempre)

Beijoooooooo

Cid@

Assis Freitas disse...

o tempo cria a ilusão,


abraço

Katia Cristina disse...

Querida,
E eu que acreditei o mundo ia acabar em 2000?
Na virada de 2001 cheguei a abraçar meu marido e filho e dizer: "Estamos vivos!"
Os dias passam rápido para quem já viveu demais.
bjs

Lara Amaral disse...

A gente duvida, mas cai nas artimanhas dele.

Beijo, querida!

Toninhobira disse...

Por isso se diz que ele é o senhor da situação.E ficamos a lhe dar mais tempo,como se tivesse todo ele a disposição.Ele voa alto e rapido e ficamos no tempo a pensar e buscar o rumo e reviver o que se foi.Muito interessante Zelia esta relação do tempo e nosso viver.Meu abraço de paz e luz.

ValeriaC disse...

Perfeita a ideia que passa em seu poema...adorei...
Tenha um doce dia amiga...beijinhos
Valéria

Vanessa disse...

Zélia afirma...
Tempo
É mentira
É ilusão
É engodo
É engano
Assis diz... O tempo cria a ilusão....
Vanessa completa... E a ilusão cria o tempo!!!
Adorei seu poema! Grande abraço!!

Fatima disse...

Bjs minha amiga!

Mirze Souza disse...

Zélia!

Transmissão de pensamento, também é tempo. Postamos o mesmo tema ao mesmo tempo. Adoro o tempo.

Beijos, amiga e poetisa!

Mirze

R.B.Côvo disse...

"Bobagem acreditar": Gostei muito. Abraço.

Tania regina Contreiras disse...

As ilusões das quais ainda precisamos, não, querida amiga? Precisamos crer nos ontens, hojes e amanhãs, embora no fundo a gente entenda que nada separa nem os ínfimos instantes feitos de segundos.
Beijo grande!

mixtu disse...

tempo
é ir
é vir
é sentir
os ponteiroslogio

é caminhar...

é tempo de caminhar...

abrazo serrano

Manuela Freitas disse...

Olá querida Zélia,
Perfeito! O tempo é uma máquina diabólica que não para!...
Quanto tempo tem o tempo?
Beijos,
Manu

Kimbanda disse...

Querida amiga e poetisa Zélia!

Esse senhor, O Tempo... Se lhe damos demasiada atenção nos escraviza e condiciona.
Quem já não sentiu como ele passa rápido ou demasiadamente lento num mesmo período, mas sempre contrariando nossa vontade?
Magnifico poema e dissertação, sobre um tema que dá muito que pensar.

Beijo e kandandos meus.

manuel marques disse...

Real e ilusório...

Beijo meu.

rosa-branca disse...

Adorei. Beijo com carinho

Passaram os dias, loucura
Não vi o tempo a passar
Agora eu ando à procura
Dos dias para contar.

rosa-branca

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Zélia
Não existe tempo. O tempo foi uma invenção do homem.
Bjux

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Zelia, amiga!

Tempo, esse tirano que sempre corre contra nós, por muito que nós possamos correr contra o tempo.Diz-se que o tempo passa, mas eu acho que ele sempre fica, sendo nós quem passa por ele: No fundo, esse soberano absoluto será só e apenas o que nós quisermos e soubermos fazer com ele...tarefa por vezes nada fácil.

Está bonito, Zelia!
abraço amigo.
Vitor

Glorinha L de Lion disse...

E o pior querida Zélia é que ele ainda nos ilude...esse Sr Tempo é um Don Juan que nos seduz e nos trai...lindo, beijos,