Minha lista de blogs

domingo, 11 de setembro de 2011

CAMINHADA


Caminho
Por honra
Da firma

Nada me
Anima
Além da
Constatação:
Sobra-me
Corpo
Falta-me
Alma

Então
É preciso
Marcha

13 comentários:

Ingrid disse...

a força da alma contagia o corpo..
perfeito sempre querida Zélia..
beijos perfumados.

manuel marques disse...

"O rei não manda chover, manda marchar"

Beijo.

MIRZE disse...

MUITO BOM!

Zélia querida! A marcha, ou caminhada é uma espécie de estado de meditação. Eu adoro. No momento não estou podendo, mas fazia parte da minha rotina.

Beijos, poetisa!

Mirze

Cida disse...

E vamos em frente, que atrás vem gente!...rs

Há tanto tempo não via essa expressão "por honra da firma"...gostei de me encontrar com ela novamente :)

E se caminhar faz bem à saúde, la vamos nós, não é amiga? Fazer o que?

Parabéns poeta, você, como sempre, dando um show de bola.

Que sua semana seja linda e abençoada.

Beijos,

Cid@

Al Reiffer disse...

As conclusões dos teus poemas sempre são fantásticas, Zélia. Abraços!

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Poema repleto de alma, querida Zélia.
Para variar, muito bom.
Parabéns e felicidades, amiga.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Marchemos, pois. Mas discordo do fato de faltar-te alma. Pelo contrário. Abraços.

Daíse disse...

Adorei !!!!!
Me encantei !!!!!
Voltarei sempre!!!!
Bjinhos !!!!

vitorchuvashortstories disse...

Olá Zelia!

A alma, ainda que possa não o parecer, está lá sempre, senão o corpo não andava...nem dava este bonito poema.

Um abraço amigo, boa semana.
Vitor

R. R. Barcellos disse...

A força para marchar vem do corpo.
A determinação vem da alma.
Allons enfants... Marchons! Marchons!

Poema para uma segunda-feira...
Abraços.

AFRICA EM POESIA disse...

Zelia
minha querida
Só hoje vim aqui.
Não por "desleixo" mas porque a nossa amiga blogueira Lindalva veio do Brasil e foi um prazer recebê-la e estarmos juntas.

hoje tranquilamente
sento deixo um beijo e poesia...


OLHAR


Olhar doce...
Dá segurança...
Olhar meigo...
Ajuda a superar...
A vida...
A tristeza...
A solidão...
Mas...
Ao ver os olhos...
De verdade...
E de Amor...
Sentimos...
Que os olhos...
São mesmo...
O espelho da alma...

LILI LARANJO

Fatima disse...

VC,
sempre linda!
Bjs.

Regina Rozenbaum disse...

kkkkkk dessa vez eu ri, me desculpe. Mas é que eu por aqui (na minha conserva)caminho, caminho e as sobras do corpo continuam as mesmas!
Beijuuss, amada, n.a.