Minha lista de blogs

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

TEMPO ESGOTADO



O tempo
Apronta
O tempo
Afronta

O tempo
É do contra

O tempo
Não conta
Até dez

13 comentários:

✿ chica disse...

É verdade...Ele apronta!!!LINDA!!! beijos,chica

Cacá - José Cláudio disse...

Implacável, impassível e inexorável, o tempo "não para no porto, não apita na curva, não espera ninguém."

Um grande abraço Zélia! Paz e bem.

Suzana Martins disse...

O tempo me afronta quando corre apressado em mim... O tempo apronta quando penso que deveria passar devagar...

Beijos linda

Luciana Marinho disse...

o tempo não conta até dez... perfeito!
também gosto bastante do verso de cecília:
"o tempo nos perde".

teu poema afronta o tempo
embaralhando suas medidas
indo além do presente..

beijos, zélia!

Assis Freitas disse...

o tempo é senhor de todos os efêmeros,


abraço

Dilmar Gomes disse...

Querida amiga Zélia, mesmo que pareça que já foi dito tudo sobre o tempo, a verdade é que em determinados momentos ficamos com a sensação de que seremos derrotados pela inexorabilidade de tempo.
Um grande abraço. Tenhas um bom dia.

Andradarte disse...

Demos tempo ao tempo, que ele aprende....
Beijo

Toninhobira disse...

Bela sabedoria amiga, este danado é terrivel e apronta mesmo.
Bela criação.
Um belo fim de semana na paz.

R. R. Barcellos disse...

O tema é inesgotável... o ponto é que o tempo é um contratempo para o contraponto. E pronto.
Abraços.

Valéria disse...

Oi Zélia!
Sábias palavras em forma de poema!
O tempo é mesmo senhor de nossas vidas!
Beijos e ótimo fds!

acácia rubra disse...

O tempo, quando quer... O tempo
quando não quer...

Vivemos em função dele que nem se lembra de nós.

Beijo

* Verinha * disse...

O tempo realmente não perdoa...

Beijo grande em seu coração e grata por sua visita!

Verinha

Fred Caju disse...

The time is gone the song is over, thought I'd something more to say: http://www.youtube.com/watch?v=MYiahoYfPGk