Minha lista de blogs

sábado, 17 de setembro de 2011

SAUDADE


Tive
Uma vez
Um vestido
Laranja
Com tulipas
Azuis

Credo em cruz:
A saudade
Me reduz
A mera
Poeirinha
Cósmica

Não sem
Antes
Me impingir
Uma chávena
Bem cheia
De amaro
Chá de losna

3 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre a poesia mora aqui...adoro ler-te e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Dilmar Gomes disse...

Querida, a saudade mata a gente! Chá de losna, ufa, é cruel!
Um grande abraço. Tenhas um lindo finds.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Zélia, que lindo!
saudade tem gosto de chá de losna, mtas vezes rs.
desejo a vc um excelente domingo!