Minha lista de blogs

sábado, 14 de agosto de 2010

Perseidas, Lágrimas de São Lourenço


Olho para
O alto
E
A visão
Me seduz:
Chovem
Gotas
De luz
[Imagem
Incrível:
Cena de
Desenho
Disney]

Não sei
Exatamente
O que
Acontece:
São tantas
As coisas
Que dizem

Penso
[A priori]:
Dá-se
Fenômeno
Astronômico
Cumpre-se
Previsão
Meteorológica
[Destarte
A Terra
Intrépida
Atravessa
O rastro
De
Swift Tuttle
Enfrenta
Seus
Destroços:
Massa
De poeira
Cósmica]

Ou não é nada disso...

Talvez
Seja
Perseu
O motivo:
Ele pode
Ter invadido
O castelo
De Argos
Engravidado
Sua filha
Dânae
E se
Transformado
[Incontinenti]
Nesta chuva
De ouro
Que cai

Não sei...

Ai
Que me vem
Agora
Hipótese
Infeliz:
São Lourenço
Cremado
Numa
Grelha
E o céu
[Inconsolável
Entristecido]
A chorar
Lágrimas-
-Estrelas

50 comentários:

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Nossa, Zélia, versos de alta voltagem poética.
Adorei o final:
"E o céu
[Inconsolável
Entristecido]
A chorar
Lágrimas-
-Estrelas"
Sublime!
A propósito, tem um filme italiano fantástico chamado "A Noite de São Lourenço", dos irmãos Taviani.
Vale a pena conferir.
Excelente fim de semana, amiga.
Abraço apertado.

Zélia Guardiano disse...

Oh, Paulo Jorge querido
Fico-lhe muito grata pela visita, pelo comentário e pela dica de cinema: vou conferir, sim! Estou precisando ver um bom filme e se você está indicando, é correr para ver...
Tenha, meu amigo, um final de semana maravilhoso, perfeito!
Enorme abraço!!!
Enorme abraço!!!

Rayuela disse...

culaquiera sea la hipótesis elegida, lo importante es que llueven estrellas!

tus
poemas
son
estrellas***


mil besos,Zélia!

Zélia Guardiano disse...

Rayuela, minha doce amiga
eevocê é a estrela D'alva, a estrela da Manhã,a estrela maior, com todo esse seu brilho!!!
Certa,querida: o importante é que chovem estrelas...
Grande abraço e besos...

Fred Caju disse...

"Ou não é nada disso..."
Como é bom as inúmeras possibilidades de leitura dos seus versos!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Fred, meu amigo!
Se você fica satisfeito com a leitura dos meus versos, fico eu muito mais! Fico é felicíssima, querido! Como é bom encontrar quem se identifica conosco...
Muito grata!
Imenso abraço para você!!!

Luiza Maciel Nogueira disse...

Lindo Zélia

lembrou um poemeto que escrevi uns anos atrás "a chuva luminosa rebenta o passado com um beijo dourado"

bjs!

Marcantonio disse...

Curiosamente, ao ler o título, eu me lembrei do mesmo filme mencionado pelo Paulo Jorge. E assino embaixo o comentário do Fred: é encantador o tom especulativo que você dá a muitos poemas, mais visível ainda neste aqui.

Abraço, Zélia.

HSLO disse...

Passando pra te desejar um ótimo final de semana.

abraços

Hugo

Tania regina Contreiras disse...

Zélia, tu nos deixas livres com teus versos e sempre as várias possibilidades que nos ofereces ao oferecer a ti mesma. Poetisar é também...libertar!
Beijos, querida!

Justine disse...

A ironia risonha, sempre presente nos teus poemas:))
E a luz, a luz interior que se vê exteriormente...

poetaeusou . . . disse...

*
ai, amiga,
passei duas noites
a olhar para a Via Láctea,
e as unicas lágrimas foram minhas,
fiquei com quatro triciclos
e duas bicicletas no pescoço,
de tanto virar a cabeça,
assim não quero brincar !!!
srsrsrsr,
,
conchinhas, deixo,
,
*

manuel marques disse...

Em todas as lágrimas há uma esperança .

Beijo.

Zélia Guardiano disse...

Oh, Luiza querida
Isso indica que vibramos na maesma frequência, fato que me faz mais do que feliz!
Grata, amiga, pela visita e pelo cmentário!
Grande abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Marcantonio, meu querido
Então tiveste o mesmo pensamento do Paulo Jorge... Que curioso! É prova de que somos uma confraria afinada, o que muito me alegra!
Veja que interessante: eu nunca atentei para esta característica que encontraste nos meus versos, e fico muito feliz com seu comentário!
Muito grata, amigo, pela visita e pelas palavras que me impulsionam, que me ajudam a caminhar, nesta senda de inventar rimas, etc.
Grande abraço, Marcantonio!!!

Zélia Guardiano disse...

Muito obrigada, Hugo!
Desejo-lhe o mesmo!!!
Abraço

Zélia Guardiano disse...

Tania, querida!
Além da alegria da visita, ainda me deixas por comentário, um texto lindo, lindo...
Grata, querida , por isso e por seres quem és...
Imenso abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Minha doce e querida Justine
Não imaginas a alegria que me dás com tua visita e com as palavras que me deixas, todas elas feitas de carinho...
Grata!!!
Beijo, amiga!!!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Poeta, que incursão frustrada, pelos caminhos da astronomia...rsrs...
Assim, nem eu quereria brincar!
Grata, amigo, pela visita e pelo comentário tão espirituoso...
Imenso abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Verdade, Manuel, verdade... Lágrimas, no mais das vezes, carregam consigo alguma esperança, ainda que seja tênue...
Grata, meu amigo!
Abraço forte!!!

Assis Freitas disse...

chuva que a(s)cende os céus,


abraço

Zélia Guardiano disse...

Lindo comentário , amigo Assis!
Os versos escorrem de seu espírito...
Show!
Grata pela visita...
Abraço forte!

Daniela Delias disse...

"Olho para o alto e a visão me seduz: chovem gotas de luz...". Sinto o mesmo sempre que passo por aqui!!! Grande bjo, carinho.

Zélia Guardiano disse...

Oh, Daniela querida
Que visita agradável!
Que comentário mais gentil!
Fico felicíssima, minha amiga...
Grata!!!
Beijo

Cida disse...

Pois é amiga, não consegui enxergar as tais estrelas no céu...(pena!...:)

Mas aqui, deu prá vislumbrar mil estrelas, inclusive uma "estrela maior", de nome Zélia.

Bom demais esse pedacinho da blogosfera!
Bom demais passear por aqui!

Mil beijinhos

Cid@

Priscila Rôde disse...

Impossível não sentir o encanto!
Tudo lindo, como sempre.

Andrea de Godoy Neto disse...

Que delícia, Zélia!
Poema e pirotecnia...
ah, também lembrei do filme a noite de são lourenço quando lio título...rs

beijo grande!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Cida, minha querida amiga!
Só pela satisfação de vê-la sempre aqui, lendo e comentando , já vale o fato de ter tido coragem de criar este modesto espaço para expor meus modestos versos...
Estrela maior é você, que fa trabalho tão construtivo lá no Mosaicos!!!
Grata...
Abraço e beijinhos...

Zélia Guardiano disse...

Grata mil vezes, querida Priscila!!!
Você me incentiva muito com este espírito maravilhoso que tem!
Imenso abraço e beijinhos...

Zélia Guardiano disse...

Que alegria vê-la aqui, Andrea! Bom demais!!!
Maravilha de comentário, este que me deixas...
E vou ver o filme: vocês me deixaram curiosa...
Só pode ser bom, se os tres se referem a ele...
Grata, minha amiga!
Abraço, beijo e carinho...

Pólen Radioativo disse...

Seja Perseu em chuva de ouro transformado ou São Lourenço cremado... Tua poesia é que é iluminada, querida.

Um beijo!

Zélia Guardiano disse...

Oh, Pólen Radioativo, minha querida!
Sua visita e suas palavras me faem muito feliz! Muito mesmo!
Grata, amiga!
Beijo para você também...

Rodrigo Braga disse...

Você tem a arte de surpreender quem passa por aqui.

Adoro!

Canteiro Pessoal disse...

Zélia, lindo teu espaço.

Abraços

Priscila Cáliga

Zélia Guardiano disse...

amigo Rodrigo
Sua visita e suas palavras muito me alegram! Aumentam ainda mais o gosto que tenho por expor aqui os meus versinhos...
Grata, querido!
Imenso abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Seja muito bem-vinda, querida Priscila!!!
Que bom que vieste e que gostaste!
Volta sempre, que ficarei muito feliz!!!
Grata!!!
beijo...

ADRIANO NUNES disse...

Zélia,

Que bom que você gostou do meu blog. Também gostei do seu e vou segui-lo!

Abração,
Adriano Nunes.

Zélia Guardiano disse...

Muito bem-vindo, Adriano!
Que bom que foi recíproco !
Fico muito feliz...
Grande abraço, meu querido!

Pâmela Grassi disse...

Zélia,
poema que perpassa boniteza, assim como estas estrelas, que ao pacto com a noite, a festa para nossos olhos,

um beijo,

Salete Cattae disse...

"E o céu
[Inconsolável
Entristecido]
A chorar
Lágrimas-
-Estrelas"

Que lindo, Zélia!
Há inúmeras possibilidades, mas basta acreditar em apenas uma delas...

Ótimo dia para você, querida.

bjs

Zélia Guardiano disse...

Oh, Pâmela querida!
Se você gostou dos versos, fico feliz, já que a felicidade de quem escreve versos é constatar a alegria de quem lê...
Grataa, querida!
Grande beijo!!!

Zélia Guardiano disse...

Obrigada, Salete, obrigada!!!
Muito me elegram sua visita e seu lindo comentário...
Venha sempre, iluminar este modesto espaço!!!
Grande abraço...

Dilmar Gomes disse...

Amiga, você faz chover, não gotas, mas torrentes de música através da sua sensibilidade.
A sua poesia é um bálsamo para o espírito.
Um grande abraço.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Prenhe de referências mitológicas... adorei! ;) Beijão, querida Zélia! :)

Lara Amaral disse...

Quando o céu chora assim, mal o orvalho da manhã seca; mal deseja-se que venha o arder do meio-dia.

Ai, Zelinha, tão bonito o que escreves...

Beijos!

Eurico disse...

Astronomia, astrologia, poesia... coisas que se movem e brilham.
Aqui é o céu!

Abraço fraterno.

Cris de Souza disse...

Brilho, irradias!

Zélia Guardiano disse...

Dilmar, meu querido
Que bom que vieste!
Nunca vens de mãos vazias...
Quantas palavras belas me trazes!
Grata, muito grata, amigo!
Grande abraço!!!

Zélia Guardiano disse...

Francisco querido
Gosto muito de mitologia, de astronomia, das coisas que andam pelo nosso imaginário e pelo céu...
Fico-lhe muito grata pela visita e pelas palavras que me deixas...
Abraço forte!!!

Zélia Guardiano disse...

Lara querida
Se você me diz que são bons os meus escritos, que mais quero ouvir sobre eles?
Você sabe fazer feliz uma simples aprendiz de poeta...
Muito, muito grata, minha linda!
Beijos com carinho